Amanda Costa

Astrologia Poética

Céu da Semana



#Vênus se move leve por #Gêmeos de 8/5 a 2/6, trazendo novos ventos para nossas conversas, poemas & amores.
Propõe interações, intercâmbios e comunicação em vários níveis, movimentos animados pelo elemento #Ar, ballet da respiração. Chama para brincar, brindar o afeto das afinidades, a alquímica atração dos semelhantes e princípio de toda simpatia, rima e afinação, manha da magia.
Ela, que não perde a festa, faz sua dança com desenvoltura, promovendo aproximações, diálogos e abracadabras. Palavras mágicas como mote, mantra e pedra de toque, canção em verso e prosa. No carinho embalando para devanear, contar histórias, ouvir estrelasssss...

#Mercúrio, o ligador de mundos, mensageiro dos deuses e companheiro dos humanos, faz seu trânsito por #Gêmeos de 3/5 a 11/7.
No reino do movimento, da comunicação e dos aprendizados, anima as asas da palavra e adeja, espalhando nossas ideias pelo ar, dinamizando as conversas. Está em seu lugar, pouso sem pouso, onde expressa a pleno suas habilidades com o intelecto, gesto, fala e escrita e vem contribuir com prosa, poesia e entendimento. Nesse pedaço de céu que é seu lar, recarrega energias e compartilha forças.
Pela diversidade dos acordes e escalas, junta diferentes pautas em uma pauta, equilibra em entrelinhas a letra, o volátil pensamento e as artes de respirar.
Intermédio de todas as alquimias e passageiro de todas as pontes, fluidor dos cruzamentos e encruzilhadas, o arauto de todas as idades trança destinos, poemas e narrativas. Dá forma às ideações das gentes e as aproxima por linguagem.
Do Ar, elemento que toma forma no verbo, escolha do silêncio ou da palavra é sabedoria.

#Marte, o guerreiro interior, transita em #Câncer de 23/4 a 11/6. Mais uma vez e mais tantas pelo mesmo ponto do círculo, mas outra é a escala. Tudo novo de novo, iniciar, reiniciar, onda que vai e onda que vem, em rede nós todos conectados, holograma da galáxia DNA.
Neste signo de elemento #Água, o planeta da ação e do dinamismo se move com passos cautelosos, porém decididos, tenacidade para construir castelos, reunir as contas do colar com empenho amoroso. Água constante e dedicada que vence desafios arredondando as pedras. Grão a grão, faz o sonho do real.
Ação e sentimento, irmanados, dão sentido à estrada que sai de nós, vida espiral. Um passo, outro passo, andamento de corações que se abraçam e se nutrem. Vida que se refaz da vida, trabalho incessante.

O #Sol abre seu ciclo no signo de #Touro em 19/4 às 17h33min e, com sua potência luminosa, amplia a capacidade realizadora de cada um de nós. Vem com a força da mater natureza, reunindo as massas, agregando matérias, aproximando moléculas, chão fértil de maçãs.
Dourando os contornos outonais, pousa seu carinho manso e desperta as sensações, experiência do corpo que se adensa e se amplia. O calor adentra a Terra, alimento alquimiando na cozinha, o coração da casa, sentidos em celebração: o deleite de um abraço, o enlevo de uma canção, a carícia de um olhar, o sabor de um sonho e os aromas enovelando os nossos dias. E a graça do afeto e da beleza que tudo permeiam... Êxtases ao alcance de um ah!
Após as chispas iniciais do Fogo ariano, energias do elemento #Terra se reúnem e se constituem na forma. É hora de materializar nossos impulsos, de construir bases firmes, dar continuidade ao que se começou e levar projetos a cabo.
Trabalhar a vida com dedicação e presença, apreciando o grandioso na simplicidade, ressignificação de cada momento.

****Acompanhe diariamente o movimento dos astros na coluna "Astros em Trânsito" *****

*****Para o contexto mundial do momento que vivemos, leia a coluna Drops Astrais*****