Amanda Costa

Astrologia Poética

Céu da Semana



#Vênus se move leve por #Gêmeos de 3/4 a 7/8, trazendo novos ventos para nossas conversas, poemas & amores. Propõe interações, intercâmbios e comunicação em vários níveis, movimentos animados pelo elemento #Ar, ballet da respiração. Chama para brincar, brindar o afeto das afinidades, a alquímica atração dos semelhantes e princípio de toda simpatia, rima e afinação, manha da magia. Ela, que não perde a festa, faz sua dança com desenvoltura, promovendo aproximações, diálogos e abracadabras. Palavras mágicas como mote, mantra e pedra de toque, canção em verso e prosa. No carinho embalando para devanear, contar histórias, ouvir estrelasssss...

#Mercúrio transita em #Peixes de 16/3 a 11/4. Mago das palavras e das ligações entre mundos e ideias, transporta ecos de oceanos atemporais, voz de infinitos que a todos pertence. Na pauta, sintonia e comunicação em níveis refinados, convite para ouvir o silêncio das águas e suas canções, deixar fluir a melodia e se comprazer com ela. Com o mensageiro e linkador de planos mentais neste signo de elemento #Água, outra forma de compreensão se apresenta, abolindo limites, dissolvendo conceitos enrijecidos, transcendendo o racional. O templo portátil do corpo navega, intercambiante canal de ilimitados pensamentos e emoções. Comunicação que se dá por comunhão.

#Marte transita no arco zodiacal de #Aquário de 30/3 a 13/5. Neste signo de elemento #Ar, reaviva a chama prometeica do progresso, salto quântico da consciência despertada. Guerreiro fraterno, com seu impulso elétrico e potência inventiva convida a nos dedicarmos a novos projetos e empreendimentos mais ousados, a inovar e renovar. Mudança de atitude que altera o resultado da equação. Surfando as ondas de Aquário chama para ações coletivas, forças multiplicadas. Universos paralelos em mútua interação, ondas de gentes & pensamentos em mutação. Iguais e diferentes, singulares e plurais, unidos somos potência que faz a roda da vida girar.

Dança de roda, trança da espiral evolutiva. Na jornada zodiacal, o #Sol ingressa no signo de #Áries em 20/3 às 0h49min50s e inicia-se o Ano-Novo Solar, em correspondência com a mecânica celeste e a natureza terrestre. Em sua órbita aparente ao redor da Terra, o Sol cruza o equador, iluminando igualmente as duas partes do globo e assinalando o equinócio de outono e o início desta estação no hemisfério sul.
Abre-se mais um ciclo, com novas energias à nossa disposição: potentes e vívidas como o Fogo, elemento de Áries, elas podem iluminar, aquecer, revelar e criar, mas também podem queimar, destruir e extinguir. Fim e começo, tudo é processo e tem polaridade, dessa interação e alternância de forças tudo se nutre e viceja.
Centelha que emerge do caos, Fogo dos inícios. Fiat lux que acende o escuro, grão que rompe a casca, bebê que chora ao nascer, coragem de ser: fogo vivo que inaugura todos os eventos e acontecimentos. Fogo vivo em ti, em mim, em todos.

Em seu ciclo de 12 anos #Júpiter transita em #Capricórnio de 2/12/2019 a 19/12/2020 juntando forças de frutificação e enraizamento, tudo ampliando e multiplicando. Expandir e crescer são potências de Júpiter; estruturar, consolidar e concretizar são verbos capricornianos. Expansão na densidade de elemento #Terra. Associadas, essas energias movem as ações necessárias para realização de nossos intentos e propósitos. Com raízes mais firmes, as asas ganham mais força para alcançar o céu e, a pleno, celebrar o presente que é cada momento. Aqui e agora, tudo que há. No caminho, oportunidades facilitadoras e também desafios para fortalecer nosso espírito. Colheitas? De acordo com a qualidade de nosso empenho e atenção, consciência que evolui no processo. A natureza é o que é, genuína e espontânea, é generosa com quem é generoso com ela.

*****Acompanhe diariamente o movimento dos astros na coluna "Astros em Trânsito" *****